BrasilNotíciasTurismo

Ronaldinho Gaúcho é nomeado embaixador do turismo

Mesmo com ordem para ter passaporte retido a escolha foi anunciada nesta quinta (5) pela Embratur. Ex-jogador foi condenado por dano ambiental pela Justiça do Rio Grande do Sul, que determinou apreensão do documento.


Em junho, o presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu visita do ex-jogador de futebol, Ronaldinho Gaúcho, em Brasília — Foto: Marcos Corrêa/PR

 

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi nomeado embaixador do turismo brasileiro pelo governo federal mesmo tendo o passaporte retido pela Justiça e proibido de renovar o documento.

A escolha foi anunciada nesta quinta-feira (5) pela Embratur. Segundo o órgão, Ronaldinho é um voluntário e vai ajudar em campanhas de fomento ao turismo.

Na página oficial da Embratur, o ex-jogador disse que sua missão é “recuperar nossa imagem internacionalmente”. Ele, no entanto, não pode viajar para determinados países.

Condenação

Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto de Assis, foram condenados em 2015 em um processo por dano ambiental na Justiça do Rio Grande do Sul e estão proibidos de deixar o país ou renovar os documentos até repararem os danos causados.

O caso envolve a construção ilegal de um trapiche, com plataforma de pesca e atracadouro, na orla do Guaíba, em Porto Alegre, em uma área de preservação permanente e sem licenciamento ambiental.

A apreensão dos passaportes de Ronaldinho e Assis foi determinada em novembro do ano passado, como forma de obrigar a família a pagar uma indenização que passava de R$ 8,5 milhões.

A defesa do ex-jogador recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), que, no último dia 2, manteve a decisão.

Outros embaixadores

Além de Ronaldinho Gaúcho foram nomeados embaixadores do turismo brasileiro o cantor Amado Batista, a dupla sertaneja Bruno & Marrone, o biólogo Richard Rasmussen e o lutador de jiu-jitsu Renzo Gracie.

Segundo a Embratur, trata-se de uma “demonstração de patriotismo e responsabilidade com o futuro do Brasil, sem qualquer interesse de financiamento, diferente do que ocorria com a classe nos governos anteriores”.

Em nota, a Embratur disse que as escolhas seguem critérios de popularidade e os escolhidos fazem o trabalho de forma voluntária. É esperado que eles divulguem o Brasil em suas redes sociais.

A expectativa da Embratur é que, ao final do governo Bolsonaro, o número de turistas internacionais no país dobre do atual número de 6 milhões anuais.

Fonte – Portal G1

 

[the_ad id=”7005″]
Publicidade

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios