DestaqueEntretenimento

O grande vencedor do Oscar 2020, ‘Parasita’ com quatro prêmios

Produção sul-coreana se tornou a 1ª não falada em língua inglesa a vencer como Melhor Filme. Joaquin Phoenix, Renee Zellweger, Brad Pitt e Laura Dern venceram.

“Parasita” foi o grande vencedor do Oscar neste domingo (9). A cerimônia dos melhores do cinema aconteceu em Los Angeles.

A dramédia sul-coreana sobre diferença de classes recebeu quatro estatuetas e se tornou o primeiro não falado em língua inglesa a vencer como Melhor Filme.

  • Além do principal prêmio, o cineasta Bong Joon Ho também ganhou como roteiro original, diretor e filme internacional;
  • “1917”, drama de guerra dirigido por Sam Mendes, ficou com três estatuetas;
  • “Coringa”, “Ford vs Ferrari” e “Era uma vez em Hollywood” ganharam duas cada;
  • “O Irlandês” não ganhou nenhuma de suas dez indicações;

Nas categorias de atuação, Joaquin Phoenix, Renée Zellweger, Brad Pitt e Laura Dern foram premiados (veja lista completa abaixo).

“Se a Academia deixasse, eu gostaria de pegar uma serra-elétrica e quebrar minha estatueta em cinco pedaços com todos vocês”, disse Joon-ho, ao vencer como Melhor Diretor. Ele disse que estudou Scorsese e que Tarantino foi um dos primeiros a elogiá-lo.

“Não quando nos cancelamos pelos erros do passado, mas quando nos guiamos para crescer, por redenção, esse é o melhor da humanidade”, disse Phoenix, ao ganhar seu primeiro Oscar.

Oscar ou Grammy?

Além das cinco músicas indicadas Melhor Canção Original, a cerimônia também teve performances de Eminem e Billie Eilish.

O rapper cantou “Lose Yourself”, música que ganhadora do Oscar em 2003, quando ele não foi à premiação receber a estatueta.

A cantora americana de 18 anos se apresentou com seu irmão e produtor Finneas. O show foi no tributo aos profissionais da indústria do cinema que morreram recentemente, com uma versão de “Yesterday”, dos Beatles.

Outro momento musical de destaque foi quando um trio conhecido por interpretar heroínas (Gal Gadot, Sigourney Weaver e Brie Larson) apresentou a maestrina Eímear Noone.

Pela primeira vez em 92 anos, uma mulher conduziu a orquestra da premiação, tocando todas as trilhas sonoras indicadas. Deu o óbvio, com “Coringa” e a islandesa Hildur Guðnadóttir.

Melhor Documentário

“Indústria Americana” ganhou o Oscar de Melhor Documentário. “Democracia em vertigem”, da diretora brasileira Petra Costa, era um dos indicados na categoria.

Produzido pelo casal Obama, o documentário vencedor mostra os contrastes entre a cultura americana e chinesa durante a abertura de uma fábrica em Ohio, nos Estados Unidos.

Coadjuvantes

Brad Pitt ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu papel como um dublê veterano em “Era uma vez… Hollywood”, dirigido por Quentin Tarantino.

“Eu tenho 45 segundos, é mais do que o senado deu ao John Bolton nesta semana”, disse Pitt, citando o ex-consultor de segurança nacional da Casa Branca e a participação dele como testemunha no processo de impeachment do presidente americano Donald Trump.

Foi a primeira estatueta de Brad Pitt em uma categoria de atuação. Ele já havia vencido como produtor por “12 anos de escravidão”.

Em sua terceira indicação, Laura Dern levou como coadjuvante por “História de um casamento”. Em seu discurso, citou o pai dela, Bruce Dern.

Duplas de destaque

Em uma edição sem um apresentador conduzindo toda a cerimônia, a segunda seguida, algumas duplas se destacaram.

Steve Martin e Chris Rock fizeram o discurso inicial. Sobrou, por exemplo, para o multibilionário Jeff Bezos, dono da Amazon (“Ele viu ‘História de um casamento’ e parece uma comédia”). Também teve piada para Martin Scorsese. (“Eu adorei a primeira temporada de ‘O irlandês'”).

Maya Rudolph e Kristen Wiig também fizeram a plateia rir no anúncio de Direção de Arte. Julia Luis-Dreyfus e Will Ferrell brincaram que não sabiam o significado das categorias melhor fotografia e edição.

Lista de premiados do Oscar 2020:

Filme

  • “Parasita” (vencedor)
  • “Ford vs Ferrari”
  • “O irlandês”
  • “Jojo Rabbit”
  • “Coringa”
  • “Adoráveis mulheres”
  • “História de um casamento”
  • “1917”
  • “Era uma vez em… Hollywood”
Elenco e equipe de ‘Parasita’ no palco para receber estatueta de melhor filme no Oscar 2020 — Foto: Mario Anzuoni/Reuters

 

Ator

  • Antonio Banderas – “Dor e Glória”
  • Leonardo DiCaprio – “Era uma vez em… Hollywood”
  • Adam Driver – “História de um casamento”
  • Joaquim Phoenix – “Coringa” (vencedor)
  • Jonathan Price – “Dois papas”
Joaquin Phoenix recebe o Oscar de melhor ator por ‘Coringa’ — Foto: Mario Anzuoni/Reuters

Atriz

  • Cynthia Erivo – “Harriet”
  • Scarlett Johansson – “História de um casamento”
  • Saoirse Ronan – “Adoráveis Mulheres”
  • Charlize Theron – “O escândalo”
  • Renée Zellweger – “Judy: Muito Além do Arco-Íris” (vencedor)
Renee Zellweger recebe o Oscar de melhor atriz por ‘Judy’ — Foto: Chris Pizzello/AP

Diretor

  • Martin Scorsese – “O irlandês”
  • Todd Phillips – “Coringa”
  • Sam Mendes – “1917”
  • Quentin Tarantino – “Era uma vez em… Hollywood”
  • Bong Joon Ho – “Parasita” (vencedor)
Bong Joon Ho recebe o Oscar de melhor diretor por ‘Parasita’ — Foto: Chris Pizzello/AP

Atriz coadjuvante

  • Kathy Bates – “O caso Richard Jewell”
  • Laura Dern – “História de um casamento” (vencedora)
  • Scarlett Johansson – “Jojo Rabbit”
  • Florence Pugh – “Adoráveis mulheres”
  • Margot Robbie – “O escândalo”
Laura Dern recebe o Oscar de melhor atriz coadjuvante por ‘História de um casamento’ — Foto: Chris Pizzello/AP

Ator coadjuvante

  • Tom Hanks – “Um lindo dia na vizinhança”
  • Anthony Hopkins – “Dois papas”
  • Al Pacino – “O irlandês”
  • Joe Pesci – “O irlandês”
  • Brad Pitt – “Era uma vez em… Hollywood” (vencedor)
Brad Pitt durante o Oscar 2020 — Foto: Chris Pizzello/AP

Roteiro adaptado

  • “O irlandês” – Steven Zaillian
  • “Jojo rabbit” – Taika Waititi (vencedor)
  • “Coringa” – Todd Phillips e Scott Silver
  • “Adoráveis mulheres” – Greta Gerwig
  • “Dois papas” – Anthony McCarten
Taika Waititi levou a estatueta de roteiro adaptado por ‘Jojo Rabbit’ — Foto: Chris Pizzello/AP

Roteiro original

  • “Entre facas e segredos” – Rian Johnson
  • “História de um casamento” – Noah Baumbach
  • “1917” – Sam mendes e Krysty Wilson-Cairns
  • “Era uma vez em… Hollywood” – Quentin Tarantino
  • “Parasita” – Bong jooh Ho e Han Jin Won (vencedor)
Bong Joon Ho recebe o Oscar de melhor filme internacional por ‘Parasita’ — Foto: Chris Pizzello/AP

Documentário

  • “Indústria americana” (vencedor)
  • “The cave”
  • “Democracia em vertigem”
  • “For Sama”
  • “Honeyland”

Edição

  • “Ford vs Ferrari” (vencedor)
  • “O irlandês”
  • “Jojo rabbit”
  • “Coringa”
  • “Parasita”
Michael McCusker e Andrew Buckland recebem o Oscar de melhor edição por ‘Ford vs Ferrari’ — Foto: Mario Anzuoni/Reuters

Fotografia

  • “O irlandês”
  • “Coringa”
  • “O farol”
  • “1917” (vencedor)
  • “Era uma vez em… Hollywood”
Roger Deakins recebe o Oscar de melhor fotografia por ‘1917’ — Foto: Mario Anzuoni/Reuters

Maquiagem e cabelo

  • “O escândalo” (vencedor)
  • “Coringa”
  • “Judy: Muito além do arco-íris”
  • “1917”
  • “Malévola: Dona do mal”
Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker recebem o Oscar de melhor maquiagem e cabelo por ‘O escândalo’ — Foto: Mario Anzuoni/Reuters

Mixagem de som

  • “Ad astra – Rumo às Estrelas”
  • “Ford vs Ferrari”
  • “Coringa”
  • “1917” (vencedor)
  • “Era uma vez em… Hollywood”

Edição de som

  • “Ford vs ferrari”
  • “Coringa”
  • “1917” (vencedor)
  • “Era uma vez em… Hollywood”
  • “Star Wars: A ascensão Skywalker”

Curta-metragem

  • “Brotherhood”
  • “Nefta football club”
  • “The neighbors’ window” (vencedor)
  • “Saria”
  • “A sister”

Figurino

  • “O irlandês”
  • “Jojo rabbit”
  • “Coringa”
  • “Adoráveis Mulheres” (vencedor)
  • “Era uma vez em… Hollywood”
Jacqueline Durran recebe o Oscar de melhor design de figurino por ‘Adoráveis Mulheres’ — Foto: Chris Pizzello/AP

 

Canção original

  • “I can’t let you throw yourself away” – “Toy Story 4” – Randy Newman
  • “(I’m gonna) love me again” – “Rocketman” – Elton John e Bernie Taupin (vencedor)
  • “I’m standing with you” – “Breakthrough” – Diane Warren
  • “Into the unknown” – “Frozen 2” – Kristen Anderson-Lopez e Robert Loopez
  • “Stand up” – “Harriet” – Joshuan Brian Campbell e Cynthia Erivo

Trilha original

  • “Coringa” – Hildur Guadnotóttir (vencedora)
  • “Adoráveis mulheres” – Alexandre Desplat
  • “História de um casamento” – Randy Newman
  • “1917” – Thomas Newman
  • “Star Wars: A ascensão Skywalker” – John Williams

Animação

  • “Como treinar seu dragão 3”
  • “Perdi meu corpo”
  • “Klaus”
  • “Link perdido”
  • “Toy story 4” (vencedor)

Curta de animação

  • “Dcera (daughter)”
  • “Hair love” (vencedor)
  • “Kitbull”
  • “Memorable”
  • “Sister”

Curta documentário

  • “In the absence
  • “Learning to skateboard in a warzone” (vencedor)
  • “Life overtakes me”
  • “St Louis Superman”
  • “Walk run cha-cha”

Filme internacional

  • “Corpus christi” – Polônia
  • “Honeyland” – Macedônia do Norte
  • “Os miseráveis” – França
  • “Dor e glória” – Espanha
  • “Parasita” – Coreia do Sul (vencedor)

Design de produção

  • “O irlandês”
  • “Jojo Rabbit”
  • “1917”
  • “Era uma vez… em Hollywood” (vencedor)
  • “Parasita”

Efeitos visuais

  • “Vingadores: Ultimato”
  • “O irlandês”
  • “O rei leão”
  • “1917” (vencedor)
  • “Star Wars: A ascensão Skywalker”
Tags
Publicidade

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios