DestaqueSaúde

Insulina em pó chega às farmácias com preços a partir de 1 900 reais

Medicamento inalável foi liberado para Anvisa no ano passado

As farmácias brasileiras começaram a receber o primeiro tipo de insulina em pó do mercado. O medicamento chama-se Afrezza e é voltado aos pacientes que tratam de diabetes. Os preços partem dos 1 900 reais.

O uso é feito por meio da inalação. Até então, o mercado contava apenas com versões injetáveis. No novo formato, a insulina acessa os pulmões e só depois chega à corrente sanguínea, onde deve diminuir os níveis de açúcar.

A venda do remédio foi liberada pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no ano passado. O valor de 1900 reais é oferecido aos cadastrados em um programa de pacientes, no site do laboratório Biomm, responsável por sua manipulação. Fora desse plano, o preço original sobe para 2 535,64 reais. A dosagem nesta modalidade tem duração estimada para um mês de uso — mas esse tempo pode mudar, a depender da aplicação prescrita pelo médico.

Apesar da facilidade prometida, o produto têm restrições junto a fumantes, pacientes pulmonares e menores de 18 anos. Além disso, ela não deve substituir de vez o método injetável, que tem ação prolongada. A inalação do medicamento deve ocorrer três vezes ao dia, antes das refeições. De acordo com o laboratório, a ação no organismo ocorre em até 15 minutos após a aplicação.

Fonte
VEJA
Tags
Publicidade

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios